LogÍstica

Pelotas tem uma localização estratégica em relação ao Mercosul, distando por via rodoviária - aproximadamente 252 Km de Porto Alegre, 1.359 Km de São Paulo, 950 Km de Curitiba, 600 Km de Montevidéu, 1.388 Km de Buenos Aires, 1.100 Km de Assunção. Como se nota, Pelotas encontra-se no centro geográfico entre São Paulo e Buenos Aires. Com todas essas localidades mantém igualmente acesso por via aquaviária e ferroviária.

É o maior centro urbano, fora das capitais, se considerada a proximidade com os países signatários do Mercosul.

A cidade dispõe de condições excepcionais para a implantação de grandes empresas, a começar pelas áreas, já que possui terrenos inteiros com cerca de 400 hectares. Além do atual Distrito Industrial, tem projeto de um novo no Bairro Sanga Funda e espaços disponíveis na margem do Canal São Gonçalo, onde a empresa poderá implantar um terminal retroportuário privativo e alfandegado, sem maresia, dotado de energia própria, ou interligado ao sistema nacional, dotado de telemática moderna, infra-estrutura de transporte marítimo transoceânico, com ferrovia e rodovia, além de condições sócio-econômicas bem acima da média brasileira.

cidade extensa

Pelotas apresenta grande crescimento vertical, sendo já numerosos os edifícios. Estende-se muito também no sentido horizontal. A partir do centro urbano tradicional (Praça Coronel  Pedro Osório), a cidade se espraia por cerca de 7 Km para o norte (bairro Três Vendas), 6 Km para o oeste (bairro Fragata), 4 Km para leste (bairro Areal) e 1,5 Km para o sul (Porto).

A grande extensão urbana, devido à  dispersão dos núcleos residenciais separados por enormes espaços vazios, tem recebido investimentos públicos em infra-estrutura. A área urbana efetiva é de 3.000 hectares. Mesmo assim, a cidade ocupa pequeníssima área do município  (1,87%),  bem ao contrário de Porto Alegre.

 

clima diferenciado
O clima de Pelotas é subtropical. Apresenta forte influência marítima, sendo a atmosfera geralmente úmida. Além disso, a proximidade do mar também regulariza o clima, evitando um verão muito quente e um inverno muito frio.

O clima influi em vários aspectos humanos e físicos de Pelotas. Por ter um clima semelhante ao temperado é que a zona alta do município foi colonizada por alemães. O frio do inverno da zona colonial possibilitou o desenvolvimento da fruticultura de clima temperado, como a do pêssego, por exemplo. Além disso, graças à distribuição regular das chuvas durante o ano, o nível dos arroios e, portanto, das hidráulicas, não sofre grandes quedas, de modo geral.

 

UMA SITUAÇÃO HIDROGRÁFICA MUITO FAVORÁVEL
Um dos principais aspectos da hidrografia de Pelotas é o fato de o município estar situado às margens do Canal São Gonçalo, o qual liga as Lagoas dos Patos e Mirim, as duas maiores do Brasil, e cujas bacias contribuintes recebem 70% do volume de águas fluviais do Rio Grande do Sul.  É a segunda maior bacia hidrográfica do país.

Essa situação hidrográfica de Pelotas tem importantes reflexos sobre os aspectos físicos e humanos do município. Pode até ser considerada um dos principais fatores do desenvolvimento de Pelotas, historicamente e atualmente, graças às possibilidades de contatos externos que cria.

A própria localização da cidade, às margens do Canal São Gonçalo, nas proximidades da Lagoa dos Patos, é, em grande parte, um determinismo geográfico, no caso, hidrográfico. O  Distrito Industrial está situado nas proximidades do lago da barragem do Santa Bárbara. Às margens da Lagoa dos Patos, Pelotas tem uma colônia de pescadores. 

Esses são alguns exemplos da importância dos recursos hídricos do município.

 

SaÚde
Pelotas caracteriza-se por ser um centro  polarizador na área de saúde. Os municípios do sul do Estado utilizam-se de vários serviços de alta complexidade que são oferecidos nas áreas hospitalar, cirúrgica, diagnósticos por imagem e de análises clínicas.
EDUCAÇÃO E CULTURA
O município de Pelotas é o principal pólo estudantil do interior do Rio Grande do Sul. São, aproximadamente, 33% da população total do pré-escolar ao terceiro grau, o que representa 113.196 estudantes que recebem educação em 358 unidades de ensino.

Em Pelotas, 16.729 pessoas trabalham na área da educação.

Possui o maior colégio municipal da América Latina, que oferece ensino do nível fundamental ao médio; cinco instituições que oferecem um diversificado número de cursos de graduação e de pós-graduação, sendo duas universidades, um Centro Federal de Educação Tecnológica (único do Estado), reconhecido pelo Ministério da Educação como um dos mais importantes centros do País.

Pelotas, desde seu início, foi urbana e cosmopolita, sendo um dos maiores centros culturais do interior do País. O município teve, e ainda tem, uma grande influência de seus colonizadores - portugueses por excelência - seguidos de franceses, alemães e italianos. A estabilidade social é uma característica forte de sua cultura, dificilmente igualada por outras regiões do País.

 

FONTE: ITEPA
DIVISÃO POLÍTICO ADMINISTRATIVA
O  município se compõe da sede e oito distritos: Colônia Z-3, Cerrito Alegre, Cascata, Santa Silvana, Quilombo, Rincão da Cruz,  Monte Bonito e Triunfo.

FONTE: SMU 2005