ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Carnaval

Carnaval 2018 termina sem ocorrências

Integração entre forças policiais garantiu segurança nos três dias de folia na Passarela

Por Andressa Barbosa 13-02-2018 | 08:27:03

      Comumente, o Carnaval é um evento associado à insegurança e ao medo de conseguir chegar ou sair do Sambódromo com tranquilidade. Em 2018, as forças de segurança da cidade se uniram e, juntos, Guarda Municipal, Brigada Militar e agentes de trânsito (STT) reverteram este panorama ao garantir a proteção dos foliões dentro da Passarela (que contou com reforço de segurança privada) e também no entorno do Sambódromo.      

      A integração foi o diferencial que resultou no sucesso do policiamento para os festejos que terminaram sem nenhuma ocorrência. O patrulhamento na região do Porto contou, pela primeira vez, com o monitoramento por câmeras. As unidades instaladas nas imediações pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel), que cedeu o acesso às imagens ao Centro Integrado de Operações Municipais da GM (Ciom) e também à BM foram um elemento chave para auxiliar no aumento da sensação de segurança. 

      O secretário de Segurança Pública, Aldo Bruno Ferreira, atribuiu o sucesso da operação, montada para garantir a tranquilidade e o bem-estar dos foliões, ao sistema de segurança integrado e o trabalho preventivo cujas abordagens envolveram o aumento da presença policial em toda a cidade. Este é um dos fatores considerados importantes para coibir a violência e frustrar a investida de criminosos.

"O reforço integrado foi o que fez a diferença. As viaturas circularam durante todo o tempo e acompanharam também os trajetos de quem veio de ônibus. Isso tudo colaborou para termos um Carnaval com a maior proteção registrada até hoje", avaliou o secretário.

      O subcomandante do 4º Batalhão de Polícia Militar (4ºBPM), André Facin, também relacionou o bom resultado à união de efetivos que atuaram conjuntamente e contribuíram decisivamente para que o lema do Carnaval em 2018, A Doce Folia da Paz, concretizasse na prática o tema proposto este ano.

"Nossa avaliação é muito positiva e isso se deve à cooperação entre os órgãos, cada um com a sua missão, com sua atribuição, mas todos juntos para construir um carnaval que não precisou de nenhum atendimento à ocorrência. Isso é muito significativo", afirmou Facin.

Tags

segurança, carnaval, integração

Carregando 0%