ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Pacto Pelotas pela Paz

CIP reúne-se para avaliar o trabalho

Comitê tem o objetivo de resgatar jovens vulneráveis à violência

Por Alessandra Meirelles 14-11-2017 | 19:23:00

      O Comitê Integrado de Prevenção (CIP) do Pacto Pelotas pela Paz se reuniu nesta terça-feira (14) para avaliar os resultados do trabalho que vem sendo desenvolvido há três meses e as prioridades para o próximo período. O acompanhamento dos alunos infrequentes é uma das prioridades, para que se evite o abandono ou evasão escolar.

Fotos: Gustavo Mansur

Escolas participantes

      Os números apresentados na entrevista coletiva, realizada mais cedo, foram repercutidos no encontro e serviu como motivação para a sequência do trabalho. A prefeita Paula Mascarenhas apresentou alguns números, resultado do Cada Jovem Conta – como 88 vagas abertas para jovens em oficinas de Hip Hop (DJ, MC, grafitti e dança), arte da leitura, introdução ao teatro e fotografia; 37 vagas para o programa Jovem Aprendiz, viabilizada por empresas parceiras do Pacto; além da inclusão de crianças e adolescentes em atividades esportivas.  

      Para Paula, o acompanhamento dos estudantes deve ser feito permanentemente, para buscar as famílias enquanto é possível recuperar o ano. 

“Se faltou uma semana, tem que ver o que está acontecendo. Se a busca for trimestral, não terá tempo para recuperar. Poderá ser tarde demais”, avalia a prefeita, que é professora por formação.

      A consultora do Instituto Cidade Segura para a Prevenção da Violência, Tâmara Biolo Soares, diz que o Pacto já está colhendo frutos, com a redução do número de homicídios e a preservação de vidas, especialmente de jovens. O eixo de prevenção – Cada Jovem Conta – tem o objetivo de identificar e acompanhar jovens que estão em situação de vulnerabilidade à violência, incluindo-os em um plano de ação preventiva.

      Atualmente, as escolas do Território 1 do Pacto, dentro do Areal, Dunas e Bom Jesus, são cobertas pelo projeto, divididas em três microterritórios. Os primeiros são composto pelas Escola Municipal de Ensino Fundamental (Emefs) Saldanha da Gama, Joaquim Nabuco, Núcleo Habitacional Dunas, e Jornalista Deogar Soares e suas reuniões são realizadas juntas – seis até o momento. Trinta e três casos já foram apresentados e 13 estão sendo acompanhados. O microterritório 3 é composto pelas Emefs Afonso Vizeu, Bibiano de Almeida, Cecilia Meireles e Círculo Operário Pelotense. Quatro encontros já foram realizados e dos 31 casos apresentados, 16 já estão sendo acompanhados.

      O acompanhamento de cada caso pode ser feito pela área da saúde, da educação, assistência social, habitação e banco de oportunidades – que busca vagas de empregos para os jovens. Alguns casos podem incluir diversas ou até mesmo todas as áreas.

      A reunião contou com a participação de representantes das secretarias de Educação e Desporto (Smed), Habitação e Regularização Fundiária (SHRF), Saúde (SMS), Cultura (Secult), Assistência Social (Sas), Segurança (SSP), Ministério Público e Foro.  

Tags

pacto pela paz, pacto pelotas pela paz, cada jovem conta, banco de oportunidades, segurança, prevenção

Carregando 0%