ÚLTIMAS NOTÍCIAS > Pacto Pelotas pela Paz

Mão de Obra Prisional: apenados recebem curso de formação

Parceria com empresa possibilita que 14 detentos sejam habilitados para pintura em altura

Por Luiza Meirelles 06-02-2019 | 14:07:27

Dar uma nova perspectiva à população carcerária, em regime fechado, do Presídio Regional de Pelotas (PRP) é uma das frentes de atuação do projeto Mão de Obra Prisional (MOP), do Pacto Pelotas pela Paz. Nesta quarta-feira (6), mais uma etapa da iniciativa começou: um curso de habilitação para pintura em altura foi promovido para 14 apenados, através de uma parceria entre Susepe e a empresa Auxile Educação Profissional. 

Foto: Divulgação/Susepe

O coordenador do MOP na Susepe, Hamilton Martins, explicou que as aulas representam uma nova perspectiva para os detentos, a fim de que se tornarem qualificados ao trabalhar em diversas áreas. “É a oportunidade para que eles saiam do presídio tendo outras alternativas. A ideia é que novos cursos como esse sejam feitos, o que gera uma grande expectativa entre a massa carcerária”, afirma.

Martins acrescenta que já existem tratativas para que novas formações ocorram, principalmente, voltadas aos setores da construção civil, instalação hidráulica e elétrica. O curso desta quarta é totalmente gratuito e oferece aos apenados material teórico e didático a respeito do conteúdo.

NR 35

A Norma Regulamentadora 35 é considerada de grande importância para a construção civil, já que regula a questão do trabalho em altura e determina as medidas de proteção para este tipo de serviço, a fim de garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores envolvidos.  

Tags

mão de obra prisional, MOP, pacto pelotas pela paz

Carregando 0%